sábado, 31 de janeiro de 2015

Ter um rosto mais bonito é tudo de bom



Elas trabalham, estudam, namoram, são alegres, vaidosas e tem orgulho de dizer sua idade.
A “Dove” realizou uma pesquisa entrevistando  mais de mil mulheres com idades entre 50 e 60 anos em nove países, como: Brasil, Estados Unidos, Canadá, México, Reino Unido, Itália, Alemanha e Japão.
Os dados coletados no Brasil é muito interessante revelaram:
. 92% das entrevistadas acreditam que está na hora da sociedade mudar sua visão sobre as mulheres e sobre o envelhecimento;
. 97% acham que a mídia e a propaganda precisam representar imagens mais realistas de mulheres de mais de 50;
. 95% acreditam que as gerações passadas de mulheres acima de 50 não faziam o que as mulheres fazem hoje.
Chegar a terceira idade não significa mais encerrar planos, não ter expectativas, como antigamente. Esta visão tem mudado nos últimos anos principalmente para ala feminina. Nunca se viu tamanha participação de mulheres em faculdades, debates e atividades de recreação, como nesta etapa da vida. Isto significa que elas estão descobrindo novos valores, procurando viver intensamente, participando ativamente de atividades procurando viver intensamente em todas suas atividades escolhida.
Com tantas ocupações, os cuidados com a beleza e a boa aparência não diminuem na terceira idade, se intensificam com toda certeza.
A mulher na terceira idade está mais consciente de sua importância social e aproveita essa autonomia para cultivar uma boa imagem. São mulheres que compreendem bem a passagem do tempo e sabem que jamais voltarão a ter uma aparência de 20 anos. Elas estão dispostas a melhorar o visual sem radicalismo, pois valorizam a sua própria história de vida. Têm filhos independentes, são economicamente ativas ou aposentadas com condições de viajar e aproveitar o melhor da vida.
Com o avanço da idade, é preciso compreender que a pele perde a capacidade de reter água e de manter o equilíbrio da produção de fibras do colágeno e elastina, segundo os especialistas. Além disso, os vasos sanguíneos passam a ter mais dificuldade para eliminar as toxinas do organismo, nutri e oxigenar as células da epiderme. Fatores externos como estresse, fumo, excesso de exposição ao sol, poluição, consumo intendo de álcool e uma dieta pobre em vitaminas, proteínas e fibras também têm influência nesse processo.
Apesar da passagem de tempo ser um processo natural é possível tornar o processo de envelhecimento mais suave e menos traumático, Para diminuir o impacto do envelhecimento extrínseco,  ou cronológico, pode ser combatido com a adoção de uma dietas saudável e de outros hábitos de vida saudável.

A vida é isso.
Beijinhos até mais



segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Ah! essa não...


Ah! essa não.... 

Vocês não vão acreditar. Tenho uma dona no meu condômino que tem uns 52 e qualquer coisa.
Acreditem: adora aparecer e se achar uma menina de 16 anos, pode? Nada contra,mas me polpe.
Essa semana me encontrei com ela na praia,assim que me viu  veio correndo me dizer que um rapaz de uns 19 anos estava dando em cima dela.
Pedi para ver onde ele estava na praia. Ela me apontou o dito cujo, que realmente era um “deus grego”,ele estava com vários guardas gregos de tirar o fôlego, vamos respeitar. Fiquei observando a turma,mas era só pra ver se, realmente o Deus  grego estava interessado nela mesmo.
Ela como sempre achando que estava arraso na praia,qualquer rapaz que ela via dizia: Viu? quase me comeu com os olhos! eu sempre tive sorte com os mais jovens, sempre, agora então  que cheguei aos 50 to me achando o máximo.
 Eu ali  fiquei observando a sua  imaginação que era tão fértil, vocês acreditam que ela  chegou a me dizer chegou que até o rapaz da venda de picolé, estava dando em cima dela. Meu Deus o pobre rapaz  apenas ofereceu seu produto: ”A senhora quer um picolé”?
Pode?? Não pode!
Mas tudo bem vamos relevar, fazer o que não é mesmo!!!
Já estava cansada mas  dei corda, disse que estava reparando e aquele DEUS gregos realmente  estava caidinho mesmo por ela, que ele não tirava os olhos (ai que maldade, rsrsrsrs).
Vocês não tem noção de como essa mulher enlouqueceu, levantava, sentava, andava, arrumava a cadeira, fez caras e bocas, deitou-se na areia de frente e lá ficou sensualizando  feito um bife a milanesa. O desfecho da história não sei, pois sai rapidinho para não pagar um mico, rsrsrsrs.
A gente quando chega aos 50 pode até se achar, mas não podemos extrapolar, temos que ter bom senso, mas vamos combinar tem umas que ultrapassam o senso da realidade não é mesmo!!!
Xiuuuuuuuuuuu... Não falo mais nada! 

Até mais
Beijinhos

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

As 50 são as novas 30

As 50 são as novas 30

As mulheres de 50 anos de hoje em nada lembram as da década de 1970, muitas tem  seus filhos adultos,neto, são lindas e ainda tem um baita de um corpo,trabalham ou fazem sua faculdade, são super independentes, emocionalmente e financeiramente.
Estão sempre dispostas a arrumar um novo amor, tentar um novo trabalho, tomam decisões, arriscam em aventuras, esportes radicais, parecem até imortais, rsrsrsrs.
E essa atitude das mulheres nessa idade, é uma questão de opinião, de postura de de terminação.
Mas para muitos é uma questão impressão, como a  familiar ou da sociedade é  uma quase terceira idade maquiada,pois seria o anuncio  da velhice será????Será mesmo, que nós mulheres de 50 ou mais não somos capazes de ser assim???Livre, leve, solta, sem preconceitos de idade????
Podemos lembrar que, há bem pouco temo atrás, mulheres com 30,50 anos eram consideradas velhas, não só pela sociedade, como pela percepção íntima, mas hoje tudo mudou “para nossa alegria” rsrsrsrsrs.
Os grandes avanços na saúde, os costumes alimentares, associados aos exercícios físicos, não esquecendo também os bons pensamentos, tudo isso somado, ajudaram muito essa nova geração dos 50  a entrar nessa fase com muito mais vitalidade.
E isso faz com que, as mulheres nessa idade se sintam mais jovens, com saúde e uma disposição vital invejável.
Mas o principal de tudo isso meninas é:”Viver e não ter a vergonha de ser feliz.”


Beijinhos até mais.

 Mari Cardoso

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

A febre do blogs, agora atinge também as mulheres com mais de 50


A FEBRE DOS BLOG


A maravilha da internet é a possibilidade de estar por dentro de assuntos que antes não chegavam ao Brasil. Esportes diferentes, novidades da moda e programas de televisão, entre outros, estão agora à distância de um clique, mesmo que desconhecidos no país.
As mulheres são campeãs  nas  dicas na hora de criar um blog é tratar de um assunto que se identifiquem com elas, com o qual se sinta confortável, afinal, mantê-lo no ar depende muito do que cada uma está disposta a fazer. E nós mulheres temos muito pra informar, encontrar pessoas com interesses parecidos. As redes sociais se tornam  grandes aliadas na hora de divulgar nossas ideias e opiniões.
A produção de um blog  é trabalhosa e exige muita leitura e pesquisa. Por mais que pareça cansativo, uma amiga dona de um blog afirma que: “é muito prazeroso aprender tantas coisas sobre qual o melhor baton e outras. E poder repassar esse conhecimento para outras mulheres interessadas em aprender”.
É mais comum encontrar blogs de beleza, comportamento, família e culinária,  sendo principalmente por serem assuntos cujos alcances são um pouco mais garantidos. No caso de moda e beleza, os blogs normalmente fala sobre testes de novos produtos, ideias de looks, fotos dos tapetes vermelhos e desfiles pelo mundo, e novas tendências. Já com comida, a oferta vai desde o compartilhamento de receitas, até a opinião sobre estabelecimentos do ramo.
A ideia de fazer um blog assim tem que ser pensada como algo para si próprio, sem esperar grandes retornos. Ainda assim, há um compromisso com os possíveis leitores, afinal, a internet possibilita que qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo, tenha acesso a um site, e isso deve ser levado em consideração na hora de começar a escrever.
Pois todos os blog podem ser traduzidos em várias línguas. Você poderá ser conhecida em qualquer parte do mundo. Isso pra nós é uma GLÓRIA.
Eu estou dentro dessa e já criei o meu para falar sobre nós,  MULHERES DE 50

E você já criou o seu??
Até mais meninas, bjs

sábado, 3 de janeiro de 2015

O Comprimento de cabelo ideal para mulheres de 50

Com o passar dos anos, os cabelos perdem a elasticidade tornando-se mais finos e sensíveis. Dessa forma, precisam de mais cuidados e hidratação constante. Mas os cabelos curtos, em particular, necessitam de menos cuidados e, portanto, são os cortes de cabelo preferidos das mulheres de 50.
Algumas mulheres não se incomodam em dar a devida atenção aos fios e prefere usar cabelos longos, o que também pode ser uma ótima alternativa. Um dos motivos é que acabou um grande mito  havido até então: o de que as mulheres, depois de certa idade, deviam ter cortes de cabelo mais conservadores.
Hoje em dia, mulheres com mais de 50 podem usar qualquer tipo de corte de cabelos sem problemas. Para algumas delas, isso significa ter cabelos longos, ou pelo menos não muito curtos.

Mas de acordo com alguns cabeleireiros a dica para não errar é apostar no tamanho médio. Mas, não pode ser muito reto, pois pelo fato de ser clássico, pode envelhecer e aparentar um visual conservador. Prefira os médios em camadas, com a parte frontal sempre mais curta, para alongar o rosto. Fuja do bico nas pontas, pois deixa à expressão pesada, você também poderá usar franja, mas cuidado para, que não seja colegial, ou reta na altura da sobrancelha. Ela deve ser leve, desfiada e não muito curta. Dê preferência para as cortadas na diagonal, que tem todo um charme.
O muito curto pode exaltar as marcas de expressão e do tempo, já os longos podem forçar a barra, trazendo um ar colegial não muito natural. A partir dos 50 anos, a leveza é fundamental. No entanto, é possível apostar no comprimento longo, mas sem exageros. A ideia é que os fios fiquem na altura dos seios, feito em camadas, para dar leveza e movimento e não deixar o corte pesado, assim você vai ficar muito mais bonita.

Famosas que inspiram

"Sharon Stone, Michelle Obama, Jane Fonda e Michelle Pfeiffer entenderam que a idade impõe um limite. Elas investiram em um visagismo ligado ao bom gosto contemporâneo, no comprimento perfeito.
O cuidado com os fios também é de extrema importância, pois tem mulheres com  fios de pontas duplas, ou mesmo os fios fracos, onde até para pentear se quebram a dica é, procure seu cabeleireiro para um bom corte e tratamento.
Cuidando dos cabelos, você vai estar cuidando de sua saúde.
Beijinhos até mais.